casamento e paternidade
Paternidade

Casamento e paternidade: o que é preciso para não cair na rotina

É possível a paternidade estar em sinergia com o casamento? Para muitos pais, após o nascimento dos filhos, o casamento começa a esfriar. O que fazer nesse momento? Confira.

Casar é algo almejado pelos casais apaixonados. A ideia de maior privacidade toma conta, e o início do casamento é pura paixão. Algum tempo depois, ou até mesmo logo após o casamento, chega o primeiro filho. Tudo se torna novo, e a rotina começa a fazer parte da vida a dois. Na verdade, a vida de ambos começa a ser em função de um pequeno ser. É onde o dia se torna cansativo, e a noite feita apenas para dormir.

É preciso ter em mente que com a chegada dos filhos, a relação a dois acaba ficando morna, já que conseguir dar um beijo ou um abraço sem interrupções é algo um pouco difícil de acontecer, porém, só é possível reacender o amor a dois com o empenho de ambos.

Estar bem no relacionamento é fundamental para proporcionar felicidade para os filhos. Casais que não se aproximam, acabam demonstrando esse sentimento aos filhos, e indiretamente os afetam.

Para manter a família feliz, o casal deve estar feliz, afinal o casal veio primeiro que os filhos, correto? O amor é uma decisão de ambos, é um sentimento que deve ser cultivado todos os dias, não se esqueça nunca disso.

Algumas atitudes com relação à criação dos filhos pela mãe ou pelo pai podem acabar em desentendimentos. Isso porque, muitas vezes, o filho acaba tomando as rédeas e fazendo tudo o que quer, sem que o pai ou a mãe consiga governar. Isso pode gerar uma insatisfação em uma das partes e gerar discussões. Reveja a maneira como educa seu filho, e tente sempre entrar em acordo com seu cônjuge, para que a criação seja sempre da forma como ambos querem.

Como manter o casamento e a paternidade em sinergia?

casamento e paternidade
Casamento e paternidade em sinergia

Não deixe que a comunicação esfrie entre vocês. Um casal que se ama, conversa, e se comunica a todo instante, até mesmo por coisas bobas. Manter a comunicação aberta é essencial. Diga o que está te fazendo sofrer, o que está incomodando, saiba falar e também saiba ouvir, pois segurar algo para falar apenas quando “explodir” causará brigas e provavelmente não resolverá nada.

Por mais que seja difícil, coloque seu parceiro sempre em primeiro lugar. Deixe-o escolher o filme que irão assistir, lembre-se de sua comida preferida e a prepare. Simples gestos farão vocês se lembrarem da essência que tinham, e isso fará vocês felizes. Lembre-se, se seu parceiro está feliz, você também estará.

Crie o hábito de ter um tempo de qualidade com seu esposo ou esposa. Ter filhos não significa nunca mais sair de casa, ou nunca mais comer fora sem as crianças. Determinem um tempo a sós para vocês. Escolha uma babá, ou conte com a ajuda das avós, mas tenham um compromisso que seja apenas vocês, sem crianças, sem celular, sem preocupações. Joguem jogos, saiam para dançar, ou apenas vejam um filme comendo uma pizza, mas tenham um tempo somente de vocês.

Seja sempre grato por tudo o que acontecer, seja ruim ou bom. Deixe seu parceiro te ajudar nas tarefas, não tente dar conta de tudo sozinha. Aprenda a dizer “por favor” e “obrigado” mais vezes. E pense sempre positivo, pois a positividade atrai felicidade.

→ Como resolver as brigas de casais após o nascimento do bebê!

 

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.